Pará ganhou 17 mil novos servidores públicos em 8 anos

Como milhares de brasileiros, o universitário Kelvim Matos, 25 anos, sonhava com uma carreira segura. Em 2016, foi aprovado no concurso da Polícia Militar do Pará e hoje exibe, orgulhoso, a farda da corporação. “Decidi realizar o concurso porque estava passando por dificuldades financeiras e queria estabilidade. Graças a Deus eu passei, e ao entrar na escola, me adaptei muito rápido. Hoje, ser policial é um grande prazer”, disse o soldado.

Diferente do soldado Kelvim, para o qual a profissão de militar surgiu como uma opção, o goiano Diego Prado, 23 anos, hoje vê seu sonho realizado no município de Óbidos, oeste do Pará. Desde março deste ano, ele atua como delegado da Polícia Civil neste município. “Eu era agente prisional em Goiânia, mas sempre sonhei em ser delegado. Passei em concursos no Ceará, Mato Grosso do Sul e também na minha terra, Goiás. Mas escolhi o Pará porque aqui tive meu melhor resultado. Minha vida deu um salto gigantesco em relação à estabilidade e melhoria salarial”, destacou o novo delegado.

O soldado Kelvim e o delegado Diego fazem parte das estatísticas positivas do funcionalismo público nos últimos oito anos. O Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Administração (Sead), nomeou cerca de 17 mil novos servidores no período de 2011 a 2018. Só na segurança pública, foram sete concursos realizados, de 2015 até aqui, com 3.109 servidores nomeados no Corpo de Bombeiros e Polícias Civil e Militar.

“Hoje somos 108 mil servidores ativos, e desses, 90% são servidores efetivos do Estado. Esse balanço é muito positivo na medida em que houve essa ampliação e reposição, sem que extrapolássemos nos gastos com pessoal, se mantendo o equilíbrio fiscal e financeiro do estado”, pontuou a secretária de Estado de Administração, Alice Viana.

Concursos inéditos

Dos 10 concursos realizados em 2018, dois foram inéditos: para a Secretaria de Comunicação do Estado, homologado no último dia 23 de novembro, com sete vagas preenchidas, e para agente prisional da Susipe, com previsão de homologação para o dia 13 de dezembro e 500 vagas ofertadas.

Outros concursos realizados em 2018 que aguardam apenas a homologação são para 469 cargos na Susipe, para a Adepará, Detran e Seaster.

Mais 12 concursos estão na fase de planejamento, dependendo da aprovação do projeto de lei 160 para posterior publicação. Esse projeto prevê a criação de cerca de cinco mil novos cargos distribuídos entre os seguintes órgãos: Hemopa, Fundação Santa Casa, Hospital de Clínicas Garpar Vianna, Sead, Hospital Ophir Loyola, Secretarias de Meio Ambiente e de Saúde, Universidade do Estado do Pará, Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará, Centro de Perícias Científicas Renato Chaves e Polícia Civil.

“Estamos aguardando apenas a aprovação da última PL 160, enviada pelo governador Simão Jatene para a Assembleia Legislativa ainda no mês de junho, e que viabiliza os cargos necessários, para que esses concursos sejam ofertados. Aprovando esse projeto, nós já deixaremos esses editais todos publicados, que preveem a substituição dos servidores temporários por servidores efetivos na área de saúde, com todos os hospitais envolvidos nessa perspectiva”, ressaltou a secretária Alice Viana.

Por Syanne Neno

Fonte Agência Pará

http://agenciapara.com.br/Noticia/180052/para-ganhou-17-mil-novos-servid...

Categoria: