Mais de 44 mil pessoas já se inscreveram no concurso da Susipe

A Secretaria de Estado de Administração (Sead) informou os números parciais de candidatos inscritos no concurso público da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe). Até agora, 44.597 inscrições, entre pagas e com pagamento pendente, já haviam sido realizadas. O edital foi publicado em 18 de dezembro e as inscrições encerram no dia 5 de fevereiro.  O certame oferta 969 vagas para os níveis médio e superior.

Do total de inscritos, 12.658 são para o cargo de agente prisional e 31.939 inscrições para os demais ofertados no concurso. A empresa organizadora é a Assessoria em Organização de Concursos Públicos (AOCP).

Para o nível médio serão disponibilizadas 767 vagas: 500 para agente prisional, 107 para assistente administrativo; 12 para assistente de informática; 143 para técnico em enfermagem e 05 para eletricista. O salário inicial bruto para assistente administrativo, assistente de informática, técnico de enfermagem e eletricista é de R$1.599,20. Já para o cargo de agente prisional a remuneração é de R$ 2.435,10 e os aprovados e classificados terão sua carga horária e regime de trabalho conforme estabelecido na Lei nº 8.322.

Para as pessoas com deficiência são reservadas 24 vagas, distribuídas nos cargos de nível médio, superior e técnico. Para o cargo de agente prisional é vedado o ingresso de provimento efetivo de candidato portador de necessidades especiais, em virtude das atribuições e especificidades do cargo, de acordo com o art. 38, inciso II, do Decreto Federal nº 3.298, de 20 de dezembro de 1999. 

Para o nível superior são ofertadas 202 vagas: 04 para o curso de Administração; 07 para Ciências Contábeis; 01 para Biblioteconomia; 04 para Estatística; 54 para Serviço Social; 23 para Enfermagem; 03 para Médico Psiquiatra; 19 para Medicina; 10 para Odontologia; 14 para Pedagogia; 44 para Psicologia; 03 para Biomedicina; 03 para Arquitetura; 04 para Engenharia Civil; 02 para Engenharia Elétrica; 02 para Engenheiro de Segurança do Trabalho e 05 para Técnico em Gestão de Informática. A remuneração inicial bruta é de R$3.636,72.

Agente prisional - O candidato que desejar seguir a carreira de agente prisional deverá ter o nível médio completo. Uma das principais mudanças para o cargo é o direito ao porte de arma, pois os agentes passarão a ser responsáveis pela segurança das unidades prisionais do Estado. Os novos agentes prisionais também precisarão estar habilitados nas categorias "D" ou "E".

As categorias de habilitação de trânsito exigidas baseiam-se na Lei de Reestruturação da Susipe (Lei 8.322/2015) que prevê entre as atividades do cargo de agente prisional a condução de carros da autarquia nas categorias D ou E (carros-cela). Para se habilitar a tais categorias é necessário estar habilitado há no mínimo dois anos na categoria B ou um ano na categoria C.

O candidato interessado em prestar o concurso deve ficar atento aos termos de retificações publicados. O primeiro, disponibilizado ainda em dezembro, aborda, por exemplo, a data de início e fim das inscrições que foi prorrogado até às 23h59min do dia 05/02/2018, observado o horário oficial de Brasília (DF), através do endereço eletrônico www.aocp.com.br.

O segundo termo de retificação divulga algumas mudanças no conteúdo programático informando que não será mais cobrado na prova objetiva a Lei Complementar 022/94 e suas alterações referente ao Regimento Interno da Susipe.

“Os candidatos devem estar atentos, pois aconteceram alterações no edital do concurso que precisam ser observadas. Uma delas é quanto ao conteúdo programático. O regimento interno da Susipe, por exemplo, está em processo de atualização, já que o atual ainda contempla a lei antiga e não teríamos tempo hábil para publicar o novo e os candidatos estudarem. Assim optamos em retirá-lo do concurso. Então aqueles que não levarem em consideração as retificações vão estudar coisas que não serão cobradas”, ressaltou o diretor do Núcleo de Controle Interno da Susipe e também membro da Comissão Especial de Licitação do Concurso, Sílvio Lima.

Ainda na segunda retificação também fica mais clara a relação dos municípios das unidades prisionais que compõem cada região de integração do Estado e a lotação das vagas. Compõem a região de lotação Carajás os municípios de Marabá e Parauapebas; região Xingu o município de Altamira; na Região Metropolitana estão as cidades de Belém, Ananindeua e Marituba; na região do Baixo Amazonas as cidades de Almerim e Santarém; e na Região do Guamá as cidades de Castanhal e Santa Izabel. Todas as retificações estão disponíveis no site da organizadora do concurso.

Para o superintendente da Susipe, Coronel Rosinaldo Conceição, o concurso irá contribuir para a segurança pública no Estado fora dos presídios e melhorar a rotina dentro das unidades penitenciárias.

“Com o concurso, o compromisso dos servidores será muito maior, pois não serão servidores contratados, temporários, e sim farão parte da Superintendência. E isso impactará diretamente na rotina dentro dos centros de recuperação, pois os agentes aprovados irão assumir os trabalhos de escolta e segurança nas muralhas, por exemplo, e com isso conseguiremos desonerar uma boa parte da Polícia Militar que voltará aos trabalhos nas ruas garantindo a segurança da população”, explicou.

Etapas - O concurso público da Susipe será constituído de duas fases, observadas as peculiaridades do cargo a qual cada candidato concorre. A primeira fase será composta das seguintes etapas: prova objetiva e discursiva, de caráter eliminatório e classificatório; avaliação psicológica, de caráter eliminatório; exame médico, de caráter eliminatório; prova de aptidão física, de caráter eliminatório; investigação social para verificação de antecedentes pessoais, de caráter eliminatório e avaliação de títulos, de caráter classificatório, para os cargos de nível superior, sendo, porém, facultada a sua exigência.

A segunda fase será a etapa referente à realização do curso de formação profissional, no Instituto de Ensino e Segurança do Pará (Iesp), com carga horária mínima prevista de 400 horas, de caráter eliminatório e classificatório. Será considerado aprovado no concurso público, após a realização da primeira fase, o candidato que atender aos requisitos de carga horária, frequência e nota mínima exigidos no Curso de Formação Profissional.

Por Timoteo Lopes

Fonte: Agência Pará

http://www.agenciapara.com.br/Noticia/161533/mais-de-44-mil-pessoas-ja-s...o-da-susipe

Categoria: