Geral

Sead realiza último leilão do ano com 47 lotes de veículos

A Secretaria de Estado de Administração (Sead) realiza na próxima quarta-feira (6) o leilão de 47 lotes de veículos, entre recuperáveis e sucatas, pelos meios presencial e online, com apoio da Vip Leilões e da comissão de leilão da Sead, a partir das 09 h, no município de Marituba, na Região Metropolitana de Belém.

Corais institucionais do Governo do Estado realizam concerto no IECG

Na próxima sexta (01), as 11h, no Instituto Estadual Carlos Gomes, o Governo do Estado do Pará realiza, através da Fundação Carlos Gomes e IECG, um concerto com participações dos corais institucionais do Governo do Estado como culminância dos trabalhos realizados durante o ano de 2017.

Pagamento do funcionalismo começa segunda-feira, 27

Os funcionários públicos estaduais, da administração direta e indireta, começam a receber os salários de novembro a partir da próxima segunda-feira (27). Segundo o cronograma da Secretaria de Estado de Administração (Sead), serão pagos os vencimentos, primeiramente, aos inativos civis e militares, pensionistas civis e militares e aos pensionistas especiais da Sead. O calendário de pagamento termina no dia 30, com os servidores da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) da capital e do interior.

Futuros moradores conhecem residenciais Liberdade e Riacho Doce

Um vaso com flores na varanda da futura residência simboliza a nova fase da vida de Angelita Martins, 51 anos. Ela, que morava em um terreno invadido na área do Igarapé Tucunduba, em Belém, agora está muito perto de mudar para um local urbanizado, que vai realizar o sonho da casa própria e lhe oferecer algo igualmente valioso: qualidade de vida.

Política de recursos humanos é tema do Café com Planejamento

Com 107 mil servidores públicos ativos e cerca de 50 mil inativos, o Pará tem optado por uma política de valorização do servidor priorizando os salários, realizando os pagamentos em dia não obstante a recessão nacional, ao contrário do que ocorre com muitas outras unidades da federação, que imersas na crise fiscal e financeira que assola o país, têm ora atrasado, ora parcelado e algumas ficam sem pagar integralmente os vencimentos dos funcionários públicos.